Upcycling, o que isso significa?

fios sendo tecidos como forma de upcycling

Um termo muito utilizado no mercado de moda, porém tendo como dever a expansão para diversas áreas, em tudo que possa ser ressignificado.

Traduzindo a palavra upcycling, de maneira literal, ela significa reutilização. Quando ouvimos esse termo, normalmente ele está vinculado a marcas de moda, porém o seu conceito pode ser aplicado em qualquer produto.

 

De acordo com artigo do site Medium, o termo foi utilizado pela primeira vez, no ano de 1994 pelo empresário e ambientalista alemão Reine Pilz, e somente em 2002, no livro Cradle to Cradle: Remaking the way we make things, foi popularizado. Neste livro, os autores William McDonough e Michael Braungart afirmam que o objetivo do upcycling é evitar o desperdício de materiais que ainda tem potencial de uso, diminuindo todos os consumos necessários para a fabricação de um novo produto.

Como funciona o upcycling?

O  processo de upcycling consiste em pegarmos um produto que já existe e melhorarmos, ou utilizá-lo na construção de algo novo. Da explicação do conceito  entendemos melhor o up no início do termo, funciona como aquela expressão, utilizadas por alguns: dar um up.

 

Esse conceito se insere na economia circular, pois evitamos que essa roupa, esse móvel, ou qualquer outro produto vire resíduo, oferecendo um ciclo de vida útil do produto cíclico e não linear.

Reduce reuse and recycle
Foto: Vlada Karpovich no Pexels

O upcycling na moda

A indústria da moda é a segunda mais poluente do mundo. Por experiência própria, geramos muito resíduo têxtil diariamente, somente no estado de São Paulo, são gerados  63 toneladas por dia desses resíduos. Imagine esse número em proporções mundiais, afinal todos nós temos a necessidade de vestir algo.

 

A força do upcycling é mais vista no mundo da moda, pois as roupas possuem uma capacidade imensa de reutilização, e uma grande versatilidade de uso. Você conhece o poder de uma calça jeans usada? A transformação se estende pela sua criatividade, de uma peça se criam novas peças, novos modelos, novos produtos, e conseguimos até mesclar com outros mercados, como, por exemplo, os artesanatos e os artigos de decoração.

 

Dentro desse número gritante de descarte da indústria da moda, o upcycling traz uma maneira sustentável de diminuir a quantidade desses descartes. 

 

Outro dado assustador, apresentado pelo relatório A New Textiles Economy, da Fundação Ellen MacArthur diz:

“O equivalente a um caminhão de roupas é enviado para o aterro ou à incineração a cada segundo, enquanto menos de 1% das fibras têxteis usadas na produção de roupas são recicladas e destinadas para a produção de novas peças”, diz Victória Almeida, gerente de comunicação para a América Latina da entidade.

 

E ai, já esta com algumas ideias para aquela peça mais antiguinha do seu guarda-roupa?

Zero Waste Daniel

Zero Waste Daniel é o nome do projeto do estilista Daniel Silverstein, com produtos fabricados completamente a partir de resíduos de pré- consumo da indústria de vestuário de Nova York, e sem gênero.

daniel zero waste em foto da sua marca voltada ao upcycling

Cada peça produzida pela sua marca, desvia cerca de meio quilo de resíduos têxteis nos aterros sanitários da cidade. Podemos resumir todo seu processo, em um trabalho de criação e produção de roupa que não gera nenhum desperdício. 

“Comecei o conceito durante um desafio de design no meu último ano de escola na FIT. Todo mundo estava tentando ser ecológico, usando algodão orgânico. Eu perguntei: e se eu não fizer lixo?”

Ele não venceu o desafio acima, mas carregou a sua ideia como filosofia de vida, e colocou em prática com a sua marca. Daniel utiliza técnicas voltadas para que o máximo dos tecidos sejam aproveitados. Todo o processo de construção das suas peças é pensado, e repensado na forma em que essas peças são confeccionadas, com o objetivo de não gerarem resíduos.  

3 marcas de upcycling para se inspirar

marca re roupa de upcycling
Foto: Revista Glamour

A Re-Roupa uni materiais descartados, como fins de rolo de tecidos, retalhos, roupas com defeitos, com a valorização da mão de obra local. O upcycling das peças é feito em parceria com costureiras empreendedores de diversas comunidades do Rio de Janeiro.

Nascida em 2016, com o objetivo de ressignificar a moda diminuindo os impactos ambientais. Peças charmosas, criativas, dão realmente aquele up nas roupas que provavelmente seriam descartadas. Dá uma olhadinha no site super charmoso da marca, que traz a opção de reciclar as suas roupas, e até o seu vestido de noiva pode ser transformado num vestido casual.

fundadora da marca upcyqueen
Foto: Comunicaindi.us
desfila marca comas São Paulo
Foto: Moda Sem Crise

Sabe aquelas camisas que são reprovadas na inspeção de qualidade das marcas? Aquelas que por pequenos detalhes não entram nos padrões para venda? A Comas São Paulo utiliza essas peças para reinventar novos produtos, um exemplo é a saia universal, construída a partir de duas camisas. O slogan da marca é “A sobra nos inspira”.

Conclusão

O upcycling é uma das maneiras de repensarmos a forma que utilizamos nossas roupas. Antes de fazer novas compras, vamos analisar o que temos dentro do nosso guarda-roupa, e de que maneira aquela camiseta branca, pode ser utilizada, ressignificada com outros itens que temos em casa, para se transformar numa camiseta estampada, numa camiseta fashionista, que depois também poderá ser reutilizada para outras funções. É uma maneira também de aplicar o consumo consciente.

 

Temos um leque de opções dentro do upcycling, que não criam barreiras para transformarmos o que temos em novos produtos. Vale as inspirações desse texto, para voltarmos pro consumo consciente, para consciência dos itens que já possuímos.

 

Vamos fazer das nossas roupas, e das nossas reinvenções atos de consciência de consumo, e inspirar as pessoas a nossa volta.

 

Se você teve alguma ideia durante a leitura desse texto, ou já realizou algo desse tipo, compartilhe com a gente a sua experiência.

Conheça o nosso blog e fique por dentro conteúdos exclusivos da Loja Enni.

4 Motivos para escolher o Brechó!

Você sabia que o brechó é uma forma de colocar suas roupinhas pra circular por aí? Separamos 4 motivos para você entender por que vender ou comprar em brechó é uma ação sustentável.

Leia Mais »
cacho de bananas dentro da ecobag

Você precisa de uma Ecobag!

Tem certeza que ainda vale a pena utilizar e aceitar sacolinhas plásticas na hora das suas compras? Veja a importância de utilizar sacolas reutilizáveis de tecido: as ecobags !

Leia Mais »