Quais as principais mudanças no consumo do brasileiro durante a pandemia?

uma maçã e um doce representando a escolha de consumo

Muita coisa mudou ao longo da nossa vida desde que entramos nesse período totalmente inesperado de pandemia, inclusive na maneira de consumo. Veja quais as principais mudanças que aconteceram no nosso comportamento nos últimos meses.

Ninguém esperava que nossa vida mudaria tanto de uma hora para outra. Com a pandemia ganhamos a necessidade, e até mesmo a responsabilidade de nos mantermos em isolamento social, e com isso muita coisa mudou. Aposto que você também teve algum desejo inusitado, alguma mudança na rotina, algumas atitudes diferentes do que antigamente. 

 

Entre as principais alterações estão o aumento de peso, menos atividades física e movimentação do corpo, aumento no consumo de bebidas alcoólicas e tabaco, além dos impactos psicológicos e emocionais.

 

Ufa, é muita coisa! Todos esses aspectos também interferiram na forma que pensamos, vemos, e passamos a nos comportar, e por consequência a maneira como consumimos. 

 

O consumo consciente do brasileiro

A consultoria em inovação Mandalah junto a plataforma Stilingue, voltada para inteligência artificial para monitoramento da internet, desenvolveram o CC +, voltado para estudar o consumo consciente aqui, do nosso país. 

 

Entre muitos dados captados de diversas maneiras, foi analisada uma potencialização de certos consumos. Eles já estavam por aqui antes da pandemia, porém ganharam força nesse período, como o conceito de minimalismo, o famoso faça você mesmo, também conhecido como do it yourself, ou até pela sigla DIY, e a sustentabilidade.

 

Neste estudo foi possível identificar alguns aspectos relevantes, como por exemplo, maioritariamente essas mudanças de comportamento são encabeçadas mais pelas mulheres, do que pelos homens. A mudança não está vindo primeiro das marcas, e sim das pessoas, do consumidor. E quando é falado em senso de comunidade, o destaque é das periferias, que mesmo sem utilizar o termo do consumo consciente, vivem o conceito.

Os 12 principais insights no comportamento do consumidor brasileiro

1 – Existo, logo me adapto

 A remoção dos padrões, das regras, das maneiras únicas de agir acabou. A preservação da mente também veio à tona, e o aumento da busca por meditação foi de 136% a partir de março de 2020.

mulher meditando representando mudança no comportamento
Foto: Mikhail Nilov no Pexels

2 – Retorno à natureza

O home office possibilitou maior flexibilidade de ir e vir, de passarmos temporadas em outros lugares, ao invés de trabalhar num lugar só. O trabalho remoto fez uma parte das pessoas procurarem locais até mais afastados dos grandes centros, transformando muita gente em nômade digital.

3 – Mais conforto e bem-estar dentro de casa 

O isolamento social trouxe o home office, que acabou levando o trabalho pra dentro do nosso lar mais do que nunca, e já que não podemos sair, somente por necessidades básicas, se tornou essencial que nossa casa seja confortável e que faça parte do nosso ciclo de saúde mental e emocional.

 

4 – Colocando a mão na massa

A busca por trabalhos manuais também cresceu, auxiliando na redecoração que muitos decidiram fazer na pandemia. O Do it yourself, ou o DIY, ou o faça você mesmo ganhou força, nessa quarentena foram mais de 53 mil publicações com esse termo.

5 – Senso de comunidade e pertencimento 

Com a quarentena passamos a ter mais contato com as pessoas do nosso bairro, do nosso prédio, a consumir de locais mais próximos, para evitar o contato com maior número de pessoas, e devido a comoção desse momento de crise o coletivo passou a ser mais valorizado.

6 – Menos industrial e mais artesanal

Os microempreendedores e micro influenciadores ganharam mais confiança dos consumidores. A confiança veio da sensação de segurança que produtos artesanais trouxeram na hora do nosso consumo, possivelmente pela proximidade de comunicação. O dia dos namorados trouxe um aumento dessa tendência, também impulsionado pelas hashtags #compredequemfaz e #comprelocal.

7 – Potencialização do minimalismo

Você também passou a refletir sobre o que realmente é essencial para sua vida? Ou os momentos que mais te trazem felicidade ? Essa reflexão faz parte da visão minimalista que foi potencializada durante a quarentena, com um aumento considerável de postagem relacionadas a esse estilo de vida.

8 – Necessidade de cozinhar em casa 

Fala a verdade, no seu checklist da quarentena também tinha o item fazer pão? Cozinhar se transformou em um momento de descontração e união das famílias, além de ser um reflexo da busca por alimentos mais saudáveis e em alguns casos economicamente mais viáveis. 

Foto: Katerina holmes no Pexels

9 – O boom das vendas online

Sem poder sair de casa o consumo passou a ser feito online, e  que não era possível anteriormente passou a ser. Como compras de supermercado, hortifrutis e afins. Inseriu também a necessidade de muitas marcas migrarem para o online.

10 – Desejos e auto indulgência

Por outro lado, nosso estado emocional e mental por algumas vezes fez com que o aumento de consumo também aumentasse como forma de bonificação para nós mesmos.

 

11 – Busca por saúde e bem estar

Nesse período de isolamento, o cuidado pessoal falou mais alto, e reforçou a importância também da saúde mental e emocional de cada um de nós. O número é alto! Mais de 307 mil publicações foram contabilizadas no mesmo período sobre meditação.

12 – Maior preocupação com a sustentabilidade

O termo sustentabilidade cresceu de maneira linear durante a quarentena. A pandemia trouxe maior preocupação com o futuro do planeta e a sua regeneração.

Conclusão

Quantos sentimentos diferentes sentimos desde março de 2020, né? Foram altos e baixos, foram diversos questionamentos e muitos momentos de autoconhecimento. O quanto aprendemos nesse período? Dessa listinha é possível identificar algumas mudanças mesmo pequenas nos nossos hábitos, no nosso comportamento e consequentemente no nosso consumo.

 

Dificilmente, quando tudo isso passar, e cada um de nós conseguir literalmente respirar em paz, vai ser difícil dizer que nada mudou, ou até que nós não mudamos. Quais comportamentos você percebeu que mudou em você? Qual foi seu maior consumo até agora? 

 

Conta pra gente, qual foi sua principal mudança de comportamento e consumo, e o que mudou na sua forma de pensar.

Conheça o nosso blog e fique por dentro conteúdos exclusivos da Loja Enni.

4 Motivos para escolher o Brechó!

Você sabia que o brechó é uma forma de colocar suas roupinhas pra circular por aí? Separamos 4 motivos para você entender por que vender ou comprar em brechó é uma ação sustentável.

Leia Mais »
cacho de bananas dentro da ecobag

Você precisa de uma Ecobag!

Tem certeza que ainda vale a pena utilizar e aceitar sacolinhas plásticas na hora das suas compras? Veja a importância de utilizar sacolas reutilizáveis de tecido: as ecobags !

Leia Mais »