Como viver com menos plástico?

cesto de lixo com descarte de duas garrafas plásticas
Imaginar nossa rotina sem plástico tem sido uma tarefa muito difícil? Fique por aqui e descubra alternativas para diminuir o consumo de plástico na sua rotina.

Já pensou em diminuir ao máximo a quantidade de plástico que você utiliza na sua rotina? Parece algo impossível, mas com algumas escolhas simples é possível chegar lá. Que tal dar o primeiro passo?

Recentemente comentamos por aqui um pouquinho da história do plástico, e não se sinta culpado de não conseguir viver com menos plástico na vida. Afinal ele está presente desde sempre nas nossas rotinas, e foi se adaptando ao longo da história, justamente para suprir nossas necessidades.

 

O plástico tem seus prós em relação a praticidade e a correria da nossa vida, isso é indiscutível. Algumas vezes acaba tendo preços mais acessíveis também, é por isso que estamos aqui, pra quebrar esse tabu e tirar essa culpa de consumir plástico dos seus ombros.

3 pontos a considerar quando o assunto é plástico!

Entre alguns benefícios do plástico não podemos fechar os olhos aos impactos negativos que ele gera ao meio ambiente. Existem três fatores que precisamos nos atentar quando falamos de resíduo plástico:

plásticos descartáveis espalhados em um fundo amarelo
Foto : Ron lach no Pexels

 

  • Plásticos de uso único 

Plásticos de uso único são simplesmente os descartáveis. Esses que compramos para evitar o trabalho com a louça após aquela festa rápida, ou o churrasco em família de domingo.

 

O plástico a longo prazo ele traz outros malefícios a nossa saúde, como a absorção de substâncias tóxicas principalmente quando são colocados em contato com o alimento em temperaturas altas, e claro também trazem as questões ambientais. 

 

A grande questão dos descartáveis é que os utilizamos somente uma vez e logo depois eles vão parar no lixo,  portanto seu ciclo de vida é extremamente curto, gerando muito mais resíduos plásticos ao planeta.

copo descartável deixado na praia
Foto : Catherine Sheila no Pexels
  • Descarte incorreto

 

Você separa seu lixo corretamente? A gente sabe que muitos de nós jogamos nosso lixo orgânico e o inorgânico tudo junto, às vezes no mesmo recipiente, e mandamos embora para coleta. Em muitos lugares, por incrível que pareça, não possuem coleta seletiva. 

 

Quando separamos nossos resíduos, limpamos , e assumimos a responsabilidade de fazer eles chegarem ao seu local correto de descarte, já estamos dando mais um passinho em benefício do nosso planeta. 

 

O descarte feito de maneira correta aumenta as possibilidades do nosso resíduo sólido, principalmente o plástico ser reciclado. Quando jogamos fora de qualquer jeito, é quase certo que ele vai se decompor no meio ambiente.

Foto : Mali Maeder no Pexels
  • Índices de reciclagem

 

Precisamos considerar que os índices de reciclagem do nosso país são baixíssimos. Quer um exemplo? No ano de 2018 o Brasil gerou o total de 79 milhões de toneladas de lixo, desse total somente 3% foi reciclado. 

 

Não precisamos esperar que novas ações sejam tomadas para mudar essa realidade predominante por aqui, devemos sempre fazer nossa parte. Com esse cenário, você consegue entender por que precisamos pensar na reciclagem antes de escolher nosso produto, e optar por outro tipo de matéria prima que não seja o plástico?

 

Além disso, não são todos os tipos de plástico que são recicláveis, alguns podem ser reciclados mais de uma vez, outros apenas uma única vez, e outros não tem essa opção devido às suas propriedades (esse assunto é bem complexo e vamos deixar para um novo texto).

Por que viver com menos plástico?

Você pode até sentir falta daqueles potinhos coloridos, mas abre agora o armário da sua cozinha, pensa em todos esses plásticos quando eles perderem a sua capacidade de uso, onde você acha que eles vão parar? 

 

Com certeza a possibilidade de você estar curtindo férias no litoral e engolir um pedacinho deles é muito grande! Brincadeiras à parte, os resíduos plásticos demoram em média 400 anos para se decompor, portanto seus potes vão viver muito mais do que você, ultrapassando gerações e gerações.

 

Bom, um estudo realizado pela WWF  estima que teremos mais plástico nos oceanos do que peixe até 2050 se não mudarmos a nossa maneira de consumir, e principalmente de descartar e gerir nossos resíduos.

 

O principal motivo que nos faz viver com menor plástico é a preservação do nosso planeta, principalmente do futuro dele. A mistura de substâncias existente em diversas composições do plástico são liberadas no seu processo de decomposição contaminando o solo. O tempo que ele leva para sumir do planeta é muito longo, sem contar quando eles chegam aos rios e oceanos, se transformando em microplásticos e interferindo na vida marinha.

 

Quando o meio ambiente é afetado, consequentemente o ser humano também é. A poluição plástica afeta a qualidade do ar, do solo e dos sistemas de abastecimento de água, pois com o descarte incorreto a decomposição dos plásticos afeta os reservatórios. 

 

A contaminação pelas substâncias que podemos encontrar em alguns plásticos podem bagunçar o nosso organismo. Em matéria realizada com a Revista Veja Saúde , a nutricionista, Presidente da Associação Brasileira de Nutrição Materno-Infantil, Andreia Friques considera o plástico também um risco a saúde pública, evidenciando o Bisfenol A (BPA) ( ele é um composto químico muito utilizado na produção do plástico), e outros compostos que podem contribuir para alguns problemas já vivenciados pela sociedade, como a obesidade, puberdade precoce, distúrbios hormonais e até mesmo alguns tipos de câncer. 

Foto : Markus Spiske no Pexels

Por onde eu começo a viver com menos plástico?

Sempre comentamos por aqui que toda mudança precisa ser aos poucos para ser algo sustentável, ou seja, o que pode acontecer e que conseguimos principalmente manter. Não adianta radicalizar e diminuir os resíduos somente na primeira semana, e depois voltar tudo ao normal, como normalmente fazemos com a dieta, rs.

 

E pensando numa mudança gradativa, saudável e sustentável que com o tempo vai passar de boas práticas para novos hábitos, listamos abaixo algumas substituição para você começar a viver com menos plástico:

 

  • Sacolas de tecido

Comece não aceitando mais as sacolas plásticas dos mercados e os saquinhos das feiras. Sabe a ecobag? Ter mais de uma não é problema se você está evitando o plástico. 

 

  • Potes de vidro 

Antes de se encantar pelos potes de plástico, lembre dos 3 pontos que citamos lá em cima, e quando a necessidade de compra bater à sua porta, escolhas os potes de vidro e de preferência aos que têm tampas de bambu, ou outros materiais de menor impacto ao meio ambiente.

 

  • Garrafa de vidro

Não se esqueça sempre de beber água, mas deixe pra lá as garrafas plásticas. Compre a sua garrafa de vidro ou até as de inox, auxiliando o planeta e mantendo a sua água mais saudável também.

 

  • Pare com os descartáveis 

Evite os descartáveis, por mais práticos que eles possam parecer, os impactos causados por eles ao meio ambiente são muito maiores do que os plásticos que utilizamos a longo prazo.

 

  • Separe seus resíduos 

Podemos considerar esse passo um dos mais simples da lista e que você pode começar hoje mesmo. Separe seus resíduos sólidos e faça a sua parte para que a reciclagem possa acontecer.

Conclusão

É possível viver com menos plástico até atingirmos a marca do zero plástico. A mudança precisa ser gradativa, começando com pequenas ações que passamos a inserir na nossa rotina, e quando vemos estamos praticando sem perceber. E dia após dia vamos aprendendo novas maneiras de proteger nosso planeta e colocando em prática. 

 

Não precisa ser sofrido, rs pode ser uma mudança prazerosa. Experimente ter uma ecobag e ir ao mercado viver essa experiência, comprar sua garrafa de água ou só começar a separar seus lixinhos corretamente. 

 

Vamos começar a jornada sem plástico? Acesse nossa loja e conheça algumas opções para começar. Mas lembre-se, não precisa jogar fora todo plástico que tem aí na sua casa, isso não significa consumir de maneira consciente. Se houver necessidade, escolha produtos de menor impacto ambiental, e evite o uso de plásticos.

Conheça o nosso blog e fique por dentro conteúdos exclusivos da Loja Enni.

4 Motivos para escolher o Brechó!

Você sabia que o brechó é uma forma de colocar suas roupinhas pra circular por aí? Separamos 4 motivos para você entender por que vender ou comprar em brechó é uma ação sustentável.

Leia Mais »
cacho de bananas dentro da ecobag

Você precisa de uma Ecobag!

Tem certeza que ainda vale a pena utilizar e aceitar sacolinhas plásticas na hora das suas compras? Veja a importância de utilizar sacolas reutilizáveis de tecido: as ecobags !

Leia Mais »