Como surgiu o movimento julho sem plástico?

várias garrafas plásticas para falar do julho sem plástico

E aí, você aderiu ao julho sem plástico? Veja onde, quando e porquê esse movimento surgiu e o quanto é importante diminuir o consumo de plástico todos os meses do ano.

Você já tinha ouvido falar do julho sem plástico? Esse movimento nos incentiva a não utilizar plásticos pelo menos em um mês do ano. Sem sacolas, sem garrafas, sem descartáveis, sem mais resíduos plástico no lixo. 

Segundo estudo feito pela WWF cada brasileiro produz por semana cerca de 1 kg de plástico, podendo somar por mês de 4 a 5kg.

E de onde veio esse movimento?

Lá na Austrália, em 2011, a equipe Earth Carers Waste Education junto com a atual Diretora Executiva Rebecca e voluntários, decidiram dedicar um mês para evitar a utilização do plástico de uso único. E com a expansão do projeto ganhou força , se tranformando na ong Pastic Free July .

 

Tudo isso veio do Conselho Regional Metropolitano Ocidental da Austrália, que além de gerenciar o lixo e a reciclagem,  e com grande foco em evitar o desperdício desde a origem , também se propõe a engajar e a educar  a comunidade.

 

A primeira experiência sem plástico, foi inicialmente realizado somente pela equipe idealizadora, e com o sucesso e viabildiade comprovada foi divulgada para a comunidade, incluindo palestras, cursos de culinária, ensinando a comprar menos e fazer mais, entre outras atividades.

 

A divulgação passou a aumentar, e outros Conselhos passaram a colocar em prática eventos para diminuir os desperdícios e o uso de plástico único,  e como uma corrente do bem, a campanha Plástic Free July foi se expandindo.

Quais os impactos do Julho sem Plástico?

Segundo dados da própria campanha, é possível cada pessoa atingir por ano uma redução de 23 kg de lixo, fazendo parte de um total de 825 milhões de quilos de plásticos que deixam de ser descartados. 

 

Algo ainda mais importante, é como a mudança dos hábitos permanece na vida das pessoas, contabilizando cada 9 de 10 que topam praticar o desafio do julho sem plástico.

planeta dentro de uma sacola plástica
Foto: Mart Production no Pexels

Mas por que aceitar esse desafio?

Nosso país é o quarto maior produtor de lixo plástico do mundo, com a menor média mundial de reciclagem. Essas duas informações são suficientes para entender o motivo para não só aceitar o desafio julho sem plástico, mas para transformá-lo em uma mudança de hábitos.

 

O caminho dos plásticos, principalmente de uso único, é a poluição da natureza, os riscos que apresentam a vida selvagem e marinha, e a contaminação que temos nos alimentos que ingerimos, e até mesmo no nosso ar pelas substâncias tóxicas encontradas em alguns tipos de plástico.

 

Vale considerar também alguns dados apresentados pelo relatório liberado em 2019 pela WWF, Solucionar a Poluição Plástica : Transparência e Responsabilização:

 

  • A produção de plástico virgem aumentou em 200 vezes, desde 1950;

 

  • Em 2016 , produzimos o equivalente a 53 quilos de plástico por pessoa no mundo;

 

  • 75% de todo plástico produzido, já virou lixo;

 

  • 80% da poluição plástica que chega aos oceanos tem origem na terra;

 

  • 100 milhões de toneladas de plástico já virou poluição na terra ou nos mares;

 

  • Se nada mudar, até 2030, 104 milhões de toneladas de plástico chegarão à natureza.

 

E aí? Desafio aceito? 

4 pequenos hábitos para praticar no julho sem plástico

Viver sem plástico não é tão difícil quanto parece, sabia? Embora a maioria dos produtos à nossa volta possuem alguma coisa plástica, independente do tipo. 

 

Mas calma, não precisamos mudar tudo de uma vez. Podemos começar praticando pequenas ações , mantendo novos hábitos e com o tempo incluindo ações conscientes aos poucos. 

 

Você pode primeiro estabelecer uma meta, um novo hábito por mês, fazer uma listinha no celular, e colocar em prática. 

 

Pra te ajudar vamos indicar 4 pequenos hábitos para começar o desafio neste mês de julho, e levar pra vida:

 

 

Foto: Cottonbro no Pexels  

1 Recuse sacolas plásticas

Um hábito muito comum do brasileiro é utilizar as sacolinhas plásticas do supermercado, ou de qualquer outro lugar, que algumas vezes cobra por cada uma delas. 

 

Mesmo com nossas boas intenções de reutilizá-las jogando nosso lixo fora, o seu processo de decomposição libera gás carbônico, o principal responsável pelo efeito estufa.

 

No lugar dela, utilize sacolas retornáveis, como a netbag ou a ecobag. Com essa pequena quantidade de plástico da sua vida, já diminui.

garrafa de vidro para o julho sem plastico

Foto de Vova Krasilnikov

2 Utilize garrafas reutilizáveis 

Você também compra garrafinhas plásticas e acredita que quando reutiliza está tendo uma atitude consciente? Isso é fake! Em algum momento esse plástico vai precisar ser descartado, gerando mais resíduos. 

 

A garrafa está incluída nos 80% de lixo plástico normalmente encontrado nos oceanos. 

 

Ao invés de escolher uma garrafa que em alguns dias, ou semanas vai para no lixo, escolha uma reutilizável com um ciclo de vida bem maior, como por exemplo as de vidro ou inox.

pote de vidro para o julho sem plastico

Foto : Sarah Chai no Pexels

3 Troque alguns itens da sua rotina

Itens de fácil substituição na sua rotina é a escova de dente de bambu, ela diminui aquele plástico que você descarta de 3 em 3 meses. As suas cerdas é feita de nylon, livre de BPA, e pode ser descartada no lixo de plástico para seguir para a reciclagem enquanto a haste feita 100% de bambu , pode ser plantada e sua decomposição acontece em apenas 30 anos, sem impactar o meio ambiente.

 

Uma pergunta: quantos potes de plástico você tem aí na sua casa? Que tal começar a substituí-los por potes de vidro? Os produtos de vidro possuem vida mais longa, se bem conservados, mantendo a qualidade dos seus alimentos.

coleta selativa como pratica para o julho sem plastico

Foto: Lisa no Pexels

4 Separe o seu lixo de maneira correta 

Quando separamos nosso lixo corretamente estamos contribuindo com o meio ambiente também. Pois cada produto vai fazer seu caminho correto até o processo de reciclagem. 

 

Em primeiro momento, separe os resíduos orgânicos, os recicláveis, e os não recicláveis. Para os que podem ser reciclados, ajuda muito se antes limpamos cada produto. 

 

Se na sua região ainda não passa coleta seletiva, temos duas dicas: o aplicativo Cataki, que te conecta aos profissionais catadores de lixo, ou o site Ecycle que te mostra pontos de coleta, de acordo com seu resíduo e a região em que você mora.



Conclusão

O julho sem plástico é um incentivo para diminuirmos os resíduos plásticos, principalmente os de uso único, ou como costumamos chamar, os descartáveis. Com qual frequência você costuma utilizar?

 

O mais relevante disso tudo, é entendermos o porquê existem as mobilizações, as campanhas, as hashtags que se propagam. O planeta pede sempre por ajuda, mas o que ele mais precisa agora são de ações, mesmo que pequenas. 

 

Pequenos hábitos conscientes, responsáveis e sustentáveis, não importa como são chamados, e sim que todos possuem o mesmos objetivo, se transformam com o tempo em grandes hábitos, em uma nova rotina, e até em exemplo para quem está à nossa volta. 

 

Vamos transformar o #julhosemplástico em uma corrente do bem? Divulgue sua ação, a hashtag e conta aqui pra gente também como foi essa experiência.

Conheça o nosso blog e fique por dentro conteúdos exclusivos da Loja Enni.

4 Motivos para escolher o Brechó!

Você sabia que o brechó é uma forma de colocar suas roupinhas pra circular por aí? Separamos 4 motivos para você entender por que vender ou comprar em brechó é uma ação sustentável.

Leia Mais »
cacho de bananas dentro da ecobag

Você precisa de uma Ecobag!

Tem certeza que ainda vale a pena utilizar e aceitar sacolinhas plásticas na hora das suas compras? Veja a importância de utilizar sacolas reutilizáveis de tecido: as ecobags !

Leia Mais »